Guarani se agarra na Copa do Brasil

Praticamente sem chances matemáticas de classificação para as semifinais do Campeonato Paulista da Série A-1, o Guarani quer frear sua queda livre agarrando-se na Copa do Brasil. O time enfrenta o Atlético-PR nesta quinta-feira, às 20h30, no primeiro jogo da segunda fase.Embora o desânimo seja geral no elenco, que não sabe o que é vencer há quatro jogos no Estadual, o time se apóia no fato de ter apresentado um bom futebol e conseguido a classificação no torneio nacional em cima do Caxias-RS. As vitórias por 1 a 0 e 4 a 1 sobre o time gaúcho estão servindo como uma espécie de injeção de ânimo. "É fundamental que deixemos um pouco de lado o Campeonato Paulista para nos concentrar na Copa do Brasil, onde nos apresentamos muito bem até aqui", revelou o meia Martinez.Até os mais experientes, no entanto, sabem que a missão de ignorar uma das piores campanhas do Guarani no Campeonato Paulista não é das mais fáceis. Até o experiente técnico Carlos Alberto Silva, que continua prestigiado não só pela diretoria como também pela torcida bugrina, não parece estar suportando a pressão. Silva, inclusive, colocou seu cargo à disposição no domingo, logo depois do empate sem gols e da derrota nos pênaltis para a Matonense. A idéia foi completamente ignorada pelos dirigentes, que têm muito respeito pelo trabalho do treinador.A chances de manter-se na Primeira Divisão também tornam-se cada dia mais difíceis. Além de encarar o Palmeiras, que também luta desesperadamente para não cair, domingo, o time ainda terá de encarar o União São João fora de casa; o Botafogo, em Ribeirão Preto; e a Portuguesa Santista, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. O Guarani é o 10º colocado no campeonato, ao lado de União São João, Inter e Mogi Mirim, com 14 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.