Guarani se reabilita sobre o Paraná

Mesmo jogando com 10 jogadores desde os 28 minutos do primeiro tempo, o Guarani venceu o Paraná, por 2 a 0, neste domingo à tarde, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória reabilitou o time campineiro, que agora soma seis pontos, dois a mais que o Paraná.O Guarani buscava a reabilitação após a derrota para o Grêmio, por 3 a 1, em Porto Alegre. O Paraná defendia sua invencibilidade, mas acabou perdendo. A vitória foi bastante justa, porque o time de Campinas foi determinado, marcou seu gol e ainda criou outras chances nos contra-ataques. O time paranaense tentou o empate apenas na base do abafa e se deu mal.O jogo começou equilibrado. O técnico Cuca, do Paraná, temia o jogo aéreo do Guarani, mas o gol da vitória saiu numa bonita tabela entre o atacante Wagner e Alex, completada pelo lateral-esquerdo aos 25 minutos. Três minutos depois, o inexperiente Simão cometeu uma falta desleal e foi acertadamente expulso. O atacante Wagner foi improvisado no lado até o intervalo. Na volta, o técnico Pepe sacrificou o meia Marquinhos para a entrada do zagueiro Bruno Quadros, improvisado no lado direito.O Paraná tentou ser mais agressivo, mas se perdeu diante do forte sistema de marcação do Guarani, que ainda usava bem os contragolpes. Num deles, Wagner saiu em velocidade e inverteu a jogada para Rafael, que ligou a Esquerdinha. O meia deu um "chapéu" no goleiro, mas foi interceptado por Ageu, aos 17 minutos. Os paranaenses buscaram o empate, confiando no bom futebol do meia Marquinhos. Mas exigiram apenas duas intervenções do atento goleiro Jean. Aos 43 minutos, aconteceu o que já era esperado. Wagner ganhou a dividida com o zagueiro Cristiano, passou por outro adversário e, já dentro da grande área, completou com perfeição para definir o placar.Ficha TécnicaGuarani: Jean; Simão, Paulão, Juninho e Alex; Emerson, Rafael (Reinaldo), Marquinhos (Bruno Quadros) e Esquerdinha; Wagner e Creedence (Lúcio). Técnico: Pepe.Paraná: Flávio; Milton (Valdir), Cristiano, Ageu e Fabinho; Fernando Miguel (Rodrigo Silva), Goiano, Fernandinho (Dauri) e Marquinhos; Caio e Renaldo. Técnico: Cuca.Gols: Alex, aos 25 minutos do primeiro tempo e Wagner, aos 43 minutos do segundo.Árbitro: Cléver Assunção Gonçalves (MG) Cartão amarelo: Juninho, Valdir e Milton.Cartão vermelho: Simão.Público: 2.986 pagantes.Local: Estádio Brinco de Ouro (Campinas).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.