Guarani suspende promoção de ingressos

Para evitar um conflito com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o presidente do Guarani suspendeu provisoriamente a promoção de ingressos, que estava prevista para o jogo contra o Marília, no dia 23, pela segunda rodada da segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série B. Mas o clube não desistiu de convocar sua torcida para voltar à elite nacional. ?O que fizemos contra o Avaí foi dentro da legalidade. Muitos ingressos foram vendidos a R$ 3, mas com a devida cobertura de patrocinadores e empresas parceiras?, justificou o presidente a maneira como driblou o regulamento, que prevê preços mínimos de R$ 10 e R$ 5. O clube, porém, promete entrar em contato com o diretor do departamento técnico da CBF, Virgílio Elísio, para encontrar uma alternativa. "Este tipo de promoção incentiva mesmo a presença de público aos estádios, o que é positivo", reconheceu, no Rio, o dirigente, abrindo perspectiva de um acordo. Enquanto isso, o time continua concentrado na Estância Santa Filomena, em Jarinu, visando a estréia contra a Portuguesa, neste sábado, no Canindé. O meia Ênio, com dores musculares, foi poupado no coletivo desta quarta-feira, mas deve participar do novo coletivo programado para esta quinta. O zagueiro João Leonardo e o meia Alexandre Salles devem ser os substitutos de Andrei, machucado, e de Edmílson, suspenso com três cartões amarelos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.