Guarani também acerta com Jadílson

A diretoria do Guarani continua buscando reforços para o Campeonato Brasileiro. Depois de anunciar, na manhã desta segunda-feira, a contratação do atacante Bocão, ex-Flamengo de Guarulhos, o clube de Campinas confirmou agora há pouco o acerto com o lateral-esquerdo Jadílson, que disputou o Campeonato Paulista pelo Botafogo de Ribeirão Preto.O passe do lateral pertence ao empresário Wilson Gottardo, ex-zagueiro do próprio Guarani, com passagens também pelo Flamengo e Botafogo-RJ. Jadílson foi emprestado até o final do ano. Sem dinheiro para grandes investimentos, a direção do clube de Campinas já decidiu que só contratará reforços por empréstimos. "Mas vamos trazer uns cinco ou seis jogadores para vestirem a camisa de titular", prometeu o presidente José Luiz Lourencetti.Jadílson é de Maceió, tem 23 anos, e teve uma rápida passagem pela Portuguesa de Desportos antes conquistar o vice-campeonato paulista pelo Botafogo. Ele tem apenas 1,65 m e pesa 65 quilos. É pequeno, mas rápido e prefere atuar como verdadeiro ala. As outras opções do clube para a posição eram Edson, do Corinthians, e Wágner, ex-Ponte Preta.O novo reforço deve se apresentar ao técnico Hélio dos Anjos nesta terça-feira, juntando-se a Bocão, apresentado pelo Guarani como André Luís. O atacante marcou 13 gols pelo Flamengo de Guarulhos na Série A-3 do Paulista, mas oito deles foram de pênalti.O artilheiro da A3 foi apresentado no Brinco de Ouro como André Luís. "Bocão é um apelido de infância, quando meu irmão começou a ser chamado de Boquinha por usar uma camiseta de propaganda da Gelatina Royal", justificou o próprio jogador. A orientação para mudança de nome partiu de Oliveira Junior, o empresário que comprou seu passe, na semana passada, por US$ 150 mil.Outro reforço que pode ser confirmado nos próximos dias é o zagueiro Sangaletti. Ele ainda defende o Náutico-PE e só será apresentado após o término do Campeonato Pernambucano.A diretoria pretendia evitar, ao máximo, o anúncio dos novos contratados, uma vez que os salários dos jogadores estão atrasados há três meses. Os débitos deverão ser quitados até o final de semana, com o dinheiro que o Guarani receberá do Clube dos 13 como parte dos seus direitos com a transmissão de televisão do Brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.