Guarani tem missão complicada

Sem vencer há três rodadas e cada vez mais perto da zona de risco do Campeonato Paulista, o Guarani tem uma missão complicada neste sábado, às 16 horas. O time de Campinas vai à Americana, no estádio "Décio Vitta", enfrentar o Rio Branco que também não passa por um bom momento. Apenas duas posições separam os dois times: o Guarani é o 14o colocado com 17 pontos, enquanto o Rio Branco é o 16o com 14 pontos. Os campineiros tentam quebrar um longo jejum. A última vitória fora de casa, aconteceu na segunda rodada do Paulistão: 2 a 1 sobre a Portuguesa, no Canindé. "Não tem essa de jejum. Vamos à Americana para vencer", esbravejou o técnico Jair Picerni. Ele anda mal-humorado nos últimos dias, afinal o time perdeu seus últimos três jogos, dois pelo Paulistão - 4 a 1 para o Ituano e 2 a 1 diante do São Paulo - e ainda para o Santa Cruz, por 2 a 1, pela Copa do Brasil. O treinador terá um desfalque importante. O goleiro Jean, que participou de todos os jogos do campeonato, levou o terceiro amarelo na derrota para o São Paulo, por 2 a 1, e ficará de fora. Em seu lugar, está confirmado Fernando. O zagueiro João Leonardo cumpriu suspensão automática, mas Juninho será mantido entre os titulares. O Rio Branco vem de um empate contra o União Barbarense, por 1 a 1, no meio da semana em clássico regional. Apesar de não ter saído de uma zona perigosa na classificação, o técnico Zé Teodoro considerou o resultado positivo. Dois titulares absolutos estarão de volta: o zagueiro Maxsandro e o lateral Marcos Paulo. Em contrapartida, o zagueiro Pedro Paulo cumpre suspensão em virtude do cartão vermelho sofrido no clássico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.