Guarani tem mudanças definidas para enfrentar o lanterna Guaratinguetá na Série C

O técnico Marcelo Chamusca sinalizou as mudanças que pretende fazer no Guarani para o compromisso contra o lanterna Guaratinguetá, neste domingo, em Limeira (SP), pela 10.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. Ele vai suprir duas baixas sem mudar o esquema 4-3-3 utilizado na vitória sobre o Ypiranga-RS.

Estadão Conteúdo

21 de julho de 2016 | 22h06

As mudanças foram vistas no coletivo desta quinta-feira. O técnico optou pela entrada do volante Zé Antônio no lugar de Evandro, machucado. Auremir continua como primeiro volante e Fumagalli na meia. No ataque, a ausência de Pipico, suspenso com três cartões amarelos, deve ser resolvida com a entrada de Alex Santana aberto pelo lado direito. Na esquerda continua Deivid e avançado no comando ofensivo permanece Éverton, que marcou o seu primeiro gol na última rodada.

Denis Neves, cotado para voltar na lateral esquerda, treinou inicialmente entre os reservas. Ele ficou 35 dias fora do time por contusão e deve ser utilizado aos poucos. Desta forma, Gilton deve atuar pela terceira vez seguida. A péssima condição do gramado do estádio Agostinho Prada, com muitos buracos e piso irregular, também pesaram na decisão do técnico.

Fora de campo, mais uma vez o terreno que o Guarani possui na Rodovia dos Bandeirantes será levado a leilão. O determinado pela Justiça Federal é que a área de aproximadamente 80 mil metros quadrados seja leiloada no dia 31 de agosto, em São Paulo. Ela foi adquirida para a construção de um centro de treinamento, mas o projeto nunca saiu do papel.

Se não houver nenhum comprador na primeira data, uma nova hasta pública já esta marcada para 14 de setembro. Essa não será a primeira vez que a propriedade é envolvida em um imbróglio na Justiça. Em outras ocasiões, foi penhorada para pagamento de dívidas com ex-jogadores e ex-funcionários. A penhora atual corre por conta de dívidas com a Fazenda Nacional que somam quase R$ 6 milhões. O local valeria entre R$ 8 e R$ 10 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
FumagalliGuarani Futebol ClubeFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.