Guarani tenta cobrir rombo financeiro

A diretoria do Guarani faz planos de zerar seu déficit na temporada e, assim, iniciar vida nova em 2002. Para cobrir um rombo de aproximadamente R$ 2 milhões, o clube pretende vender, pelo menos, dois de seus principais jogadores: o zagueiro Edu Dracena e o meia Fernando Fumagalli."Já tivemos várias sondagens sobre estes jogadores, mas ainda não temos em mãos uma proposta real. De qualquer modo, são opções para a gente fazer dinheiro", explicou o gerente de futebol Neto Ferreira. Edu Dracena, que antes do Campeonato Brasileiro chegou a interessar ao Corinthians, poderia ser negociado com um clube alemão. A diretoria, porém, nega qualquer acordo. No caso de Fumagalli, uma parte do passe ainda pertence ao Santos, que teria de participar da negociação.Por enquanto, o Guarani confirmou apenas a contratação do zagueiro Aderaldo, do Londrina. O acordo verbal com o veterano goleiro Ronaldo pode não ter muito valor. O ex-goleiro do Corinthians, que defendeu o Gama no Campeonato Brasileiro aguarda uma posição do clube de Campinas para definir o acerto financeiro. Só depois ele assinará contrato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.