Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Guarani tenta recomeçar e se salvar

Ocupando a lanterna do Campeonato Brasileiro com 31 pontos, estando há quatro rodadas sem vencer e de quebra, sem treinador, o Guarani terá um difícil duelo nesta quinta-feira. O time de Campinas enfrenta, às 20h30, o Atlético-MG, no Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG). A semana foi tumultuada no Brinco de Ouro. Logo na segunda-feira, o técnico Agnaldo Liz foi substituído por Jair Picerni. No entanto, o novo treinador só começa a trabalhar no sábado, por imposição de seu ex-clube, o próprio Atlético, que o demitiu no domingo.Diante dos mineiros, o Guarani será dirigido por Renato Frederico, o Renato Pé-murcho, ex-meia campeão brasileiro pelo Guarani em 1978 e com passagens por São Paulo, Botafogo-RJ, futebol japonês e pelo Atlético-MG, onde atuou por três anos e meio. Renato passou a ser chamado de Pé-Murcho durante a Copa do Mundo de 1982, na Espanha, quando integrou o elenco brasileiro que acabou sendo eliminado pela Itália. Agora se vê na condição de técnico do time principal do clube que o revelou. "É uma boa oportunidade que estou recebendo. Mas acabei sendo pego de surpresa, porque não esperava a chance neste momento", disse o treinador, que trabalha nas categorias de base.Em relação ao time, Renato preferiu manter a mesa base de Liz. As mudanças de agora já eram esperadas. Voltam o lateral direito Dida, o zagueiro João Leonardo e o atacante Viola. Os dois cumpriram suspensão na derrota para o Santos, por 1 a 0. Entretanto, ele foi obrigado a fazer duas alterações. O goleiro Jean, que levou o terceiro amarelo, será substituído por Fernando, enquanto a vaga do volante Careca, contundido, será preenchida pelo ex-cruzeirense Marcos Paulo. "Os jogadores que estão voltando já faziam parte do esquema, por isso optei por não fazer mudanças drásticas. No entanto, infelizmente, não vamos poder contar com o Jean e o Careca, que são referências para o time", completou Renato.

Agencia Estado,

06 de outubro de 2004 | 18h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.