Guarani troca Zetti por Lori Sandri

Os maus resultados do Guarani, ameaçado pelo rebaixamentono Campeonato Brasileiro, derrubaram o técnico Zetti. Com apenas 16 pontos, ao lado de Botafogo e Flamengo, a diretoria dotime campineiro já contratou um novo comandante: Lori Sandri, ex-Internacional. O ex-técnico vai passar no clube nesta segunda-feira para tratar de seu desligamento, o que exige procedimentos burocráticos. Já o novo técnico também deve se apresentar com a missão de dirigir o time diante do Palmeiras, quarta-feira, no Brinco de Ouro,e de formar a nova comissão técnica. Lori era um sonho antigo dos dirigentes, que tentaram sua contratação ainda no início datemporada. Como não tiveram êxito, inicialmente trouxeram Joel Santana, no Campeonato Paulista, substituído por Zetti no Brasileiro. Decisão na Bahia - A saída de Zetti foi definida ainda na madrugada de domingo, em Salvador, onde sábado à tarde o Guaraniperdeu para o Vitória, por 3 a 2. "Alguma coisa precisava ser feita porque os resultados não vinham sendo bons" lamentou opresidente José Luiz Lourencetti. Zetti não vai sair de mãos abanando. Ele tinha um contrato leonino, inclusive recebendo seus vencimentos diretamente do Clubedos Treze, razão pela qual seu salário estava em dia ao contrário de alguns jogadores. Ele ganhava R$ 60 mil por mês. Junto com ele, deixam o clube o fisicultor Fernando Moreno e o auxiliar Denis. Além dos maus resultados, Zetti não gozava de bom relacionamento com o elenco, principalmente com os jogadores maisexperientes. O ex-técnico entrou em atrito com o meia Alexandre, que preferiu ir para o Necaxa do México, com o centroavanteViola, colocado duas vezes no banco de reservas, com o volante Sidney, afastado por indisciplina no meio da semana e com ozagueiro Gláuber, que quase o agrediu durante uma discussão. A campanha de Zetti foi ruim. Ele substituiu Joel Santana, que dirigiu o time no início do Brasileiro. Em 13jogos, foram sete derrotas, dois empates e apenas três vitórias, totalizando 30,5% dos pontos disputados. O ex-técnico, JoelSantana, atualmente no Internacional teve 35,18% de aproveitamento de pontos. Com 39 anos, o ex-goleiro do São Paulo e da seleção brasileira, não tem tanta experiência como técnico. Comandou os juniores do São Paulo e apenas o Paulista, de Jundiaí, antes de chegar ao Brinco de Ouro. No Paulista, fez um Campeonato Brasileiro da Série B, em 2003, de maneira irregular, não classificando o time entre os oito primeiros colocados. Mas no início do ano levou o mesmo time ao vice-título paulista. Mas Zetti não foi o responsável pela montagem do elenco do Guarani, considerado fraco por ter vários jogadores jovens e algunsexperientes, porém, improdutivos. Os salários são pagos com dificuldade e a diretoria nunca se mostrou do "ramo do futebol". De qualquer forma, agora, o problema é de Lori Paulo Sandri.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.