Guarani vai em busca de um volante

Demorou um pouco, mas a diretoria do Guarani tomou consciência de que não vai mesmo contar com o volante Leandro Guerreiro para a temporada de 2004. Ao mesmo tempo que deu prazo máximo até esta sexta-feira para a apresentação do faltoso, a direção do clube promete correr atrás de outro jogador para a posição. "Sinceramente, nós não esperávamos ficar sem o Guerreiro. Ele saiu para as férias com tudo definido, só faltando uma liberação do Internacional-RS", lamentou o vice-presidente, Antônio Carlos Secacci. Um nome cotado é Ramalho, volante que já atuou no Bahia e estava no São Caetano. Além de atuar como primeiro volante, Ramalho também exerce a função de zagueiro. O problema é que Ramalho interessa a outros dois clubes: Sport Recife e Atlético-PR.O Guarani já perdeu a chance de contratar vários meio-campistas, como Luis Carlos Capixaba, que trocou o São Caetano pelo Coritiba, e Luciano Santos, que saiu do Atlético-PR para a Portuguesa. Ansioso pela chegada de reforços, o técnico Barbieri comanda os treinamentos do elenco na estância hidromineral de Serra Negra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.