Guarani vai explorar pressão da Vila

O Guarani ainda sonha em ficar entre os seis primeiros colocados do Torneio Rio-São Paulo. Por isso mesmo, planeja vencer o Santos, na Vila Belmiro, domingo à tarde, aproveitando o fator mais negativo do adversário neste momento: o clima tenso da Vila Belmiro, principalmente após a derrota para o Etti Jundiaí, por 2 a 1. A situação agrada ao técnico Zé Mário, que sempre preferiu jogar nos erros do adversário. O Guarani pretende atuar nos contra-ataques, confiando em sua defesa, a menos vazada do torneio, com 12 gols, ao lado do Corinthians. O time deve ter algumas mudanças. Edu Dracena e Aderaldo, após cumprirem suspensão, reforçam a defesa e Sangaletti deve ser aproveitado, de novo, como volante. O meia Luis Fernando Martinez, suspenso com cinco cartões amarelos, está fora. Mas a grande ausência deve ser a do atacante Marcinho, que vinha atuando como meia. Ele sofreu uma contusão na perna direita, não participou dos treinos e depende de uma avaliação detalhada do médico Maurício Antonelli. Se ele for vetado, Dudu será recuado para o meio-de-campo, com Léo atuando no ataque ao lado de Rafael Silva, poupado nos treinos por causa de uma bolha no pé, mas confirmado no time titular. O Guarani tem 16 pontos e ocupa a oitava posição no Rio-São Paulo. O quarto colocado é o Botafogo com 20 pontos. "Estamos perto deles", lembra Neto Ferreira, supervisor do time.

Agencia Estado,

22 Março 2002 | 18h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.