Guarani vai mal no ataque e fica no 0 a 0 com o Paraná

O Guarani perdeu a chance de conquistar a terceira vitória seguida e subir na tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, o time paulista mais uma vez teve uma partida apagada no ataque e empatou sem gols com o Paraná, pela 20.ª rodada.

AE, Agência Estado

28 de agosto de 2012 | 21h46

Artilheiro da equipe com oito gols, Schwenck esteve de fora por suspensão. Com isso, o Guarani criou poucas oportunidades e terá que se contentar apenas com a 12.ª posição, com 25 pontos. O Paraná vem logo acima com dois pontos a mais.

Com campanhas muito parecidas, os dois times começaram a partida de forma equilibrada, com muita marcação no meio de campo. Com o passar do tempo, no entanto, o time visitante passou a aproveitar o espaço e criar chances de gol, sempre com o camisa 10 Geraldo, que em dois lances exigiu excelentes intervenções do goleiro Emerson.

O Guarani, por sua vez, tinha dificuldades na criação, pois Danilo Sacramento estava sobrecarregado e o lateral-direito Oziel, o "desafogo" ofensivo, estava bem marcado.

No segundo tempo, Vadão, treinador do Guarani, tentou dar mais criatividade à equipe com a entrada dos meias Fumagalli e Rafinha, mas o sistema defensivo do Paraná conseguiu se comportar bem. Em um momento de desatenção da defesa paranista, Ronaldo conseguiu driblar o goleiro Luis Carlos, mas finalizou em cima de Wendell Borges, que conseguiu fazer o corte.

Pela 21.ª rodada, o Guarani volta a campo contra o Boa, na próxima sexta, às 21 horas, no estádio Melão, em Varginha (MG). Já o Paraná encara o Goiás, no sábado, às 16 horas, no estádio Durival de Britto, em Curitiba.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 0 x 0 PARANÁ

GUARANI - Emerson; Oziel, Fernando, Rodrigo Arroz e Alex Barros; Jackson (Rafinha), Fábio Bahia, Ademir Sopa e Danilo Sacramento; Junior Negão (Fumagalli) e Adelino (Ronaldo). Técnico: Osvaldo Alvarez (Vadão).

PARANÁ - Luis Carlos; Paulo Henrique, Anderson, Alex Alves e Wendel Borges; Vandinho, Douglas Packer, Cambará (Ângelo) e Geraldo; Wellington Silva (Wellington) e Marquinhos (Luisinho). Técnico: Ricardinho.

CARTÕES AMARELOS - Jackson e Ademir Sopa (Guarani); Vandinho, Marquinhos, Wendell Borges e Cambará (Paraná).

ÁRBITRO - Jefferson Schmidt (SC).

RENDA - R$ 24.706,00.

PÚBLICO - 2.008 pagantes.

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.