Guarani vence ABC e mantém a vice-liderança da Série B

O Guarani ficou ainda mais perto do retorno à elite do futebol brasileiro. Na tarde deste sábado, o time venceu o ABC por 1 a 0, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, pela 32.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O único gol do jogo foi marcado pelo atacante Ricardo Xavier, de cabeça, aos 19 minutos do segundo tempo.

AE, Agencia Estado

24 de outubro de 2009 | 18h47

Assim, o time campineiro chega aos 62 pontos, mantendo a segunda colocação, e ficando a somente uma vitória dos 65 pontos que os matemáticos acreditam que seja necessário para assegurar o acesso. Por outro lado, o ABC segue ameaçado pelo rebaixamento. Com 31 pontos, o time potiguar é o penúltimo colocado.

Como era de se esperar, o Guarani dominou as ações do jogo durante os minutos iniciais e criou ótimas oportunidades para abrir o placar. O ABC equilibrou o jogo após os 20 minutos e conseguiu anular o sistema de criação do time da casa. Assim, o primeiro tempo terminou sem gols.

Na volta do intervalo, o técnico do Guarani, Vadão, resolveu soltar mais o time para o campo de ataque com a entrada de Caíque na vaga do volante Glauber. Com mais liberdade, a equipe de Campinas marcou o gol da vitória aos 19 minutos.

Caíque ficou com o rebote pelo lado direito do ataque e levantou para dentro da área, encontrando Ricardo Xavier. O atacante tocou de cabeça no canto esquerdo do goleiro e fez seu 14.º gol na Série B, ficando na vice-artilharia da competição. O ABC, cansado, não conseguiu reagir.

Pela 33.ª rodada, Guarani e ABC voltam a campo no próximo sábado. O time campineiro recebe a Portuguesa, às 16h10, no Brinco de Ouro. Já o ABC joga diante do Paraná, às 21 horas, no Frasqueirão, em Natal.

Ficha Técnica:

Guarani 1 x 0 ABC

Guarani - Douglas; Maranhão, Bruno Aguiar, Dão e Andrezinho; Glauber (Caíque), Cléber Goiano, Léo Mineiro e Walter Minhoca (Rodriguinho); Fabinho e Ricardo Xavier (Luciano Santos). Técnico: Vadão.

ABC - Tiago Cardoso; Gaúcho (Zé Eduardo), Rafael Pedro e Audálio; Bosco, Augusto Recife, Alexandre Oliveira, Sandro, Tucho (Gabriel) e Bruno Barros; Júnior Negão (Selmir). Técnico: Flávio Lopes.

Gol - Ricardo Xavier, aos 19 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Luciano Santos (Guarani); Bruno Barros, Sandro, Júnior Negão e Augusto Recife (ABC).

Árbitro - Evandro Rogério Roman (Fifa-PR).

Renda - R$ 70.923,00.

Público - 6.010 pagantes.

Local - Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.