Guarani vence o Coritiba por 2 a 1

O Guarani voltou a mostrar bom futebol no estádio Brinco de Ouro, vencendo o Coritiba, por 2 a 1, neste domingo à tarde, de muito sol e calor em Campinas. Esta foi a 12ª vitória do time campineiro diante de sua torcida, chegando agora aos 49 pontos. Apesar da derrota o time paranaense continua em terceiro lugar, com 59 pontos.A vitória foi justa pelo maior volume do Guarani, diante de um adversário pouco criativo e muito defensivo. Além disso, o Coritiba atuou com um a menos desde os 12 minutos do segundo tempo, quando o atacante Edu Salles foi expulso, por reclamação.O Guarani dominou o primeiro tempo, tendo um gol anulado logo no primeiro minuto quando o juiz, de forma estranha, anotou falta de Rafael Silva. Aos 20 minutos, o próprio Rafael Silva mandou uma bola na trave direita do goleiro Fernando. Três minutos dep ois, de tanto insistir, ele abriu o placar. Após cobrança de falta, a bola desviou na barreira e sobrou para o atacante, livre, só completar. No momento da cobrança, Rafael Silva estava impedido, o que gerou justas reclamações por parte dos paranaenses.No segundo tempo, a idéia de Paulo Bonamigo, técnico do Coritiba, era adiantar mais a marcação do seu time. Mas seus planos foram prejudicados pela expulsão de Edu Salles, que já tinha recebido o cartão amarelo no primeiro tempo, justamente, por reclamação. Na reincidência foi expulso. O Guarani marcou o segundo gol aos 27 minutos, numa cobrança de falta. Simão só pisou na bola e Alex encheu o pé. Um belo gol.Mesmo com um a menos, o Coritiba diminuiu com Souza aos 36 minutos, quando ele arriscou um chute de fora da área, ela tocou na defesa e enganou o goleiro. Os últimos minutos foram de sufoco para o Guarani, que se fechou na defesa e, com boa dose de sorte , garantiu o resultado.Na semana que antecede o dérbi, clássico da cidade contra a Ponte Preta, o Guarani vai quarta-feira pegar o vice-líder Santos, na Vila Belmiro. O Coritiba tentará a reabilitação, em casa, contra o Goiás.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.