Guarani vence Portuguesa em Campinas

O Guarani conseguiu uma importante vitória sobre a Portuguesa de Desportos, por 1 a 0, neste sábado à tarde, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, pelo Torneio Rio-São Paulo. O time de Campinas soma agora nove pontos, dois a mais que a Lusa. O gol da vitória foi marcado, de pênalti, pelo zagueiro Edu Dracena, aos 27 minutos do segundo tempo. O lance foi muito polêmico, porque foi anotado pelo bandeirinha Flávio Lúcio Magalhães . Ele viu que o cruzamento do lateral Luciano Baiano foi desviado com o braço pelo zagueiro Elvis. O juiz Sálvio Spinola Fagundes Filho foi alertado e marcou a penalidade sob os protestos de todos os jogadores da Portuguesa. Na cobrança, Edu Dracena conferiu. Como tem feito nesta temporada, o Guarani jogou em cima dos erros do adversário. O técnico Zé Mário não alterou a formação que venceu o América Mineiro, por 2 a 1, no meio da semana pela Copa do Brasil. Armou seu time com cuidados no meio-campo na esperança de fazer algum gol no contra-ataque. A Portuguesa também não foi diferente. O técnico Candinho armou um forte esquema de marcação no meio-campo, protegendo sua defesa que teve Elvis no lugar de Silvio Criciúma, vetado nos vestiários por causa de uma contusão no joelho. No segundo tempo, o jogo foi bastante equilibrado. O Guarani abriu o placar no pênalti polêmico e depois se fechou na defesa. Candinho ainda tentou reagir colocando três homens ofensivos: Reinaldo, Edson Araújo e Hernani. A Portuguesa até que criou chances, mas o Guarani soube se defender e contou com a sorte mesmo atuando os últimos dez minutos com um jogador a menos pela expulsão do meio-campo Martinez.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.