Guarani vence São Caetano e quebra tabu

O Guarani conquistou um ótimo resultado ao vencer o São Caetano por 1 a 0, neste domingo à noite, em Campinas, pela sétima rodada Campeonato Paulista. Com o resultado, o Bugre chega à sua segunda vitória e soma nove pontos ganhos, 11º lugar, mesmo número de pontos do Azulão, em 10º. Esta foi a terceira derrota fora de casa do time do ABC, que nunca tinha perdido para o Guarani na história do Paulistão. A partida foi de fraca tecnicamente, com os dois times jogando basicamente no meio-campo. O único gol da partida aconteceu logo aos três minutos, com o zagueiro Juninho. Tucho cobrou escanteio, Careca desviou e Juninho, de cabeça, venceu o goleiro Silvio Luiz. Depois do gol, a partida ficou muita truncada no meio-campo, com os dois times evitando jogas de ataque. Com um ataque novo, formado por Cidimar e Nilson Sergipano, a bola pouco chegava aos dois atacantes bugrinos, o mesmo acontecendo no time do ABC. Com o domínio da bola, mas sem nenhuma objetividade, o São Caetano somente teve uma chance de empatar no primeiro tempo. Em jogada de Paulo Almeida, aos 15 minutos, Jean fez boa defesa para o Guarani. Para a etapa complementar, o São Caetano tentou ser mais ousado, com o treinador Zetti colocando Canindé no lugar de Anaílson, puxando Alessandro mais para o meio-campo. Mas o São Caetano pouco melhorou e continuou tendo um domínio aparente da partida, mas sem nenhum objetivo de gol. Assim como o Guarani, o São Caetano tinha dificuldade em fazer a bola chegar aos seus atacantes. E, como a bola não chegava na área, o São Caetano começou a fazer chutes de longa distância. Primeiro foi Zé Luiz, que chutou forte e Jean defendeu. Depois foi Canindé, em lance parecido, para nova defesa do goleiro bugrino. Priorizando a marcação, o Guarani ainda quase fez um gol no final da partida com um chute de Careca, que Zé Luiz tirou em cima da linha.

Agencia Estado,

13 de fevereiro de 2005 | 20h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.