Guarani: venda de Héverton é desfeita

O Guarani recebeu mais um "reforço" para a seqüência da Série B do Campeonato Brasileiro. Trata-se do meia Héverton, de 19 anos, que havia definido sua transferência para o Ankaragucu, da Turquia. No entanto, o acerto com o seu procurador, Nicolo Arcuri, não aconteceu. Ele passa a ser opção para o jogo contra o Vitória, nesta sexta-feira, em Salvador, pela 13ª rodada. "Eles me prometeram algo, mas na hora de assinar o contrato os valores não foram os prometidos", esbravejou Héverton. Os turcos teriam oferecido cerca de US$ 150 mil por temporada, só que no contrato enviado ao jogador o salário estava estipulado em US$ 70 mil, menos que a metade prometida. Foi esse o motivo da desistência. Além do jogador, a diretoria ficou bastante decepcionada com o caso porque receberia US$ 350 mil e pretendia quitar os salários, atrasados há 19 dias. O meia vinha sendo titular, mas no último jogo ficou na reserva, já que estava com a negociação acertada. Para o jogo contra o Vitória, o técnico Luiz Carlos Ferreira vai promover a estréia do zagueiro Andrei, que jogará ao lado de César. Preto deve ser improvisado como volante. Na mesma posição, Rodrigo Sá pode fazer sua estréia. Contratado há duas semanas, ele teve sua situação regularizada e está à disposição de Ferreira. O Guarani é o 13º colocado, com 16 pontos, e está há cinco rodadas sem perder.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.