Letícia Martins/Guarani Press
Letícia Martins/Guarani Press

Guarani vive melhor cenário no Paulista A2 e pode repetir roteiro da Série C

Momento atual do time é o mais positivo no Estadual desde a queda da elite em 2013

Estadão Conteúdo

13 Março 2018 | 21h34

Além de assumir a liderança da Série A2 do Campeonato Paulista ao vencer o Juventus por 2 a 0, no último domingo, o Guarani terminou a rodada a uma vitória da classificação às semifinais. O cenário vivido pelo time é o mais positivo no Estadual desde a queda da elite em 2013. Em quatro anos de disputa, ele nunca se classificou para a segunda fase, situação semelhante a que viveu na Série C do Campeonato Brasileiro

+ Ponte inicia reformulação e libera zagueiro Wesley Matos

O time campineiro passou quatro anos na terceira divisão nacional e nos três primeiros parou na fase de grupos. Em 2016, avançou pela primeira vez, na liderança do Grupo B e enfim conquistou o acesso à Série B, após eliminar o ASA nas quartas de final e o ABC na semifinal. Na sequência, perdeu o título para o Boa.

No Estadual, o tempo já é mais incômodo. Este já é o quinto ano seguido no qual o Guarani disputa a Série A2. Se tudo correr bem, pode ser o primeiro em que o time conseguirá a classificação, na esperança de repetir o roteiro da Série C e abocanhar também o acesso. Com 25 pontos, o Guarani é o líder, a quatro pontos do quinto colocado XV de Piracicaba, primeiro time fora do G4 zona de classificação.

Se vencer o Penapolense às 10 horas do próximo domingo, no Brinco de Ouro, garante a vaga. Apesar de restarem três rodadas e nove pontos em disputa, os confrontos diretos entre Nacional x XV de Piracicaba e São Bernardo x Rio Claro determinam este cenário.

O Nacional é o quarto colocado, com os mesmos 21 pontos do XV, logo abaixo do São Bernardo, terceiro colocado, com 23 pontos. Rio Claro e Penapolense, ambos com 19 pontos, ocupam a sexta e a sétima colocações, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.