Guaratinguetá enfrenta Juventus e tenta evitar crise

Após duas derrotas seguidas e a conseqüente perda de liderança, vice do Paulistão pega o 17.º

Agência Estado

23 de fevereiro de 2008 | 14h23

Em começo de crise, após duas derrotas seguidas e a conseqüente perda de liderança, o Guaratinguetá quer se recuperar em campo neste domingo de manhã, às 11 horas. O time enfrenta o Juventus, na Rua Javari, em São Paulo, pela 11.ª rodada do Campeonato Paulista. O time do Vale do Paraíba quer comprovar que não é mais um "cavalo paraguaio". Após sete vitórias seguidas, o Guaratinguetá soma 21 pontos e está um abaixo da líder Ponte Preta. O Juventus, que não vence há quatro rodadas, está na zona de rebaixamento, em 17.°, com 11 pontos.JuventusMarcelo; Dedimar, Valdir e Anderson Luiz; Márcio Sena, Naves, Vampeta, Marcus Vinícius e Cazaroto; Cadu e LimaTécnico: Sérgio SoaresGuaratinguetáFábio; Carlinhos, Toninho e Renato; Magal, Alê, Jackson, Michael e Márcio Soriano; Dinei e CaiubyTécnico: Guilherme MacugliaÁrbitro: Wilson Luiz SenemeEstádio: Conde Rodolfo CrespiHorário: 11 horasTV: Pay-per-view Para tirar o time da capital da incômoda posição, o técnico Sérgio Soares tem dois problemas. O volante Fernando Miguel e o lateral João Paulo não jogam, pois cumprem suspensão. Na lateral, o técnico deve apostar em Cazaroto. No meio-campo, a vaga deve ficar com Márcio Sena. No Guaratinguetá, o técnico Guilherme Macuglia não deve mexer muito na estrutura da sua equipe. A única mudança deve ser no setor defensivo. O zagueiro Toninho retorna de suspensão e assume o lugar de Thiago Gomes.

Tudo o que sabemos sobre:
Paulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.