Guaratinguetá faz parceria com o Atlético-PR para evitar queda na Série C

Ameaçado pelo rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série C, o Guaratinguetá recorreu a uma parceria com o Atlético Paranaense para evitar a queda. Nesta segunda-feira, um dia após a demissão do técnico João Telê, fechou com acordo com os paranaenses, que cederão jogadores que não são aproveitados pelo técnico Milton Mendes.

Estadão Conteúdo

27 de julho de 2015 | 20h53

Já nesta segunda-feira, nada menos que 13 jogadores atleticanos foram inscritos pelo clube paulista. Entre eles os zagueiros Marcão, Rafael Zuchi e Léo Pereira, o lateral Jean Felipe, os volantes Jonatan Lucca e Gustavo, o meia Matteus, os goleiros Lucas e Alexandre Cajuru e os atacantes Juninho, Guilherme Schettine, André e Caíque.

Com exceção de André e Guilherme Schettine, que fazem parte dos juniores, o restante é todo do time sub-23 utilizado na disputa do Campeonato Paranaense. Outros jogadores devem ser incorporados ao clube durante esta semana e a tendência é que Marcelo Vilhena, que dirigiu o time de Curitiba no Estadual, seja indicado para o cargo de técnico.

O Atlético já havia feito este tipo de parceria na Série A2 do Campeonato Paulista, quando emprestou vários jogadores e o técnico Milton Mendes à Ferroviária. Na oportunidade, o time de Araraquara conquistou o acesso após 19 anos longe da elite e ainda conquistou o título da divisão de acesso.

A missão, agora, é salvar o Guaratinguetá do rebaixamento. Sob o comando de João Telê, que além de treinador era investidor, o clube do Vale do Paraíba conquistou apenas três pontos e ocupa a última posição do Grupo B, após nove jogos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.