Guaratinguetá ganha do campeão Coritiba e evita queda

O Guaratinguetá surpreendeu e derrotou o Coritiba por 3 a 2, neste sábado, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. Além de estragar a festa do adversário pelo título da Série B do Brasileiro, o time paulista ainda conseguiu evitar o seu rebaixamento com a importante vitória nesta última rodada do campeonato.

AE, Agência Estado

27 de novembro de 2010 | 19h39

Com a grande vitória fora de casa, mesmo diante dos mais de 20 mil torcedores que encheram o estádio, o Guaratinguetá chegou aos 47 pontos e ficou em 15º lugar. E o Coritiba, que já estava com o título e o acesso garantidos antecipadamente, terminou o campeonato com 71 pontos.

A torcida do Coritiba não se importou com o resultado negativo e festejou com os jogadores o sucesso na temporada - no primeiro semestre, o time já tinha levantado o título estadual. Após o jogo, houve a entrega do troféu da Série B, a tradicional volta olímpica e muita festa dos torcedores.

Precisando vencer para continuar na Série B, o Guaratinguetá começou melhor e abriu o placar já aos sete minutos. No lance, Léo Silva pegou rebote na entrada da área e chutou. A bola ainda desviou no zagueiro Pereira e enganou o goleiro Edson Bastos: 1 a 0.

Mas não houve tempo para comemorar. Aos oito minutos, o Coritiba empatou. Rafinha arrancou pela direita, passou pela marcação e cruzou para a área. O meia Enrico se antecipou ao zagueiro e empurrou para o fundo do gol.

O Guaratinguetá, no entanto, estava melhor em campo. Assim, chegou ao segundo gol aos 16 minutos, quando Galiardo arriscou de longe e o chute saiu fraco, mas o goleiro Edson Bastos foi mal e acabou falhando: 2 a 1.

Depois disso, o time paulista se fechou na defesa, apostando tudo nos contra-ataques. Assim, ampliou aos 28 minutos, quando Marcinho recebeu no lado esquerdo da área e bateu forte. A bola entrou no canto direito do goleiro Edson Bastos: 3 a 1.

Melhor no segundo tempo, o Coritiba conseguiu diminuir aos 31 minutos, depois que o árbitro marcou pênalti do goleiro Saulo em Bill. Marcos Aurélio foi para a cobrança e bateu no canto direito, fazendo o gol. Mas o Guaratinguetá soube segurar a vitória.

FICHA TÉCNICA:

Coritiba 2 x 3 Guaratinguetá

Coritiba - Édson Bastos; Pereira, Jéci (Willian) e Lucas Mendes; Ângelo (Geraldo), Leandro Donizete, Léo Gago (Bill), Rafinha e Enrico; Marcos Aurélio e Leonardo. Técnico - Ney Franco.

Guaratinguetá - Saulo; Jorge Luiz, Gustavo Bastos e Everton; Régis, Galiardo, Célio (Goéber), Léo Silva, Marcinho (Éder) e Renato Peixe; John (Serginho). Técnico - Edinho Nazareth.

Gols - Léo Silva, aos 7, Enrico, aos 8, Galiardo, aos 16, e Marcinho, aos 28 minutos dos primeiro tempo; Marcos Aurélio (pênalti), aos 33 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Francisco Carlos Nascimento (AL).

Cartões amarelos - Marcos Aurélio, Leandro Donizete, Léo Gago, Léo Silva, Célio, John, Saulo, Marcinho, Serginho e Rafinha.

Renda - R$ 383.935,00.

Público - 20.383 pagantes.

Local - Estádio Couto Pereira, em Curitiba.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BGuaratinguetáCoritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.