Guaratinguetá supera Guarani e deixa zona de risco do Paulistão

Marcinho, ex-Guarani, e Nenê marcaram para o time da casa. Fumagalli descontou para equipe campineira

AE, Agência Estado

26 de fevereiro de 2012 | 18h22

GUARATINGUETÁ - O Guaratinguetá conseguiu deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Paulista. Além disso, o time do Vale do Paraíba foi o responsável por colocar um ponto final na incrível arrancada do Guarani e venceu, por 2 a 1, em duelo realizado neste domingo à tarde, no Estádio Dario Rodrigues Leite, pela décima rodada. Marcinho, ex-Guarani, e Nenê, ex-Ponte Preta, marcaram para o time da casa. Fumagalli descontou para a equipe de Campinas.

Essa é a segunda vitória seguida do Guaratinguetá, que agora soma nove pontos e aparece na 14.ª colocação, deixando a zona de descenso para trás. Por outro lado, o Guarani viu a sequência de sete jogos sem derrota acabar. O time campineiro tentava sua sexta vitória seguida, mas com o resultado negativo o time fica com 22 pontos, ainda na segunda colocação.

O Guarani demorou para se acertar no primeiro tempo, mas, depois que isso aconteceu, o time mostrou o por quê está entre os primeiros colocados. Sempre na base da velocidade, o time campineiro foi chegando com perigo e criou boas chances de gols no primeiro tempo. A melhor foi uma bola na trave, com Danilo Sacramento. Já o Guaratinguetá quase abriu o placar com Marcinho, mas o chute do meia ficou em Bruno Recife, que salvou em cima da linha.

No segundo tempo, o Guaratinguetá ficou em vantagem no placar, mesmo sem fazer a rede balançar. Aos dois minutos, Luiz Felipe fez o cruzamento pelo lado direito e Emerson rebateu. Marcinho apenas empurrou para o gol e o zagueiro Neto ainda tentou salvar, mas a bola já tinha cruzado a linha: 1 a 0 para o Guará.

O time da casa ampliou aos 11 minutos. Reinaldo foi derrubado por Bruno Peres dentro da área e o árbitro assinalou a penalidade máxima. Nenê bateu com cavadinha no centro do gol: 2 a 0.

O Guarani ainda conseguiu diminuir o placar. Aos 26 minutos, Fumagalli cobrou falta com perfeição, a bola encobriu a barreira e foi no ângulo direito de Jailson. O Guará ainda mandou uma bola no travessão, com Reinaldo.

Pela 11.ª rodada, o Guaratinguetá volta a campo na quinta-feira, às 19h30, quando encara o São Paulo, no Estádio do Morumbi. Por outro lado, o Guarani entra em campo na quarta-feira, às 19h30, diante do Santos, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas.

GUARATINGUETÁ 2 X 1 GUARANI

GUARATINGUETÁ - Jaílson; Luís Felipe, Vinicius, Baggio e Reinaldo; Rocha, Jonatan, Marcinho e Nenê (Janilson); Pedro Henrique (Leandro Silva) e Djavan (Romão). Técnico - Vilson Tadei.

GUARANI - Emerson; Bruno Peres (Oziel), André Leone, Neto e Bruno Recife; Wellington Monteiro, Bruno Neves (Max Pardalzinho), Danilo Sacramento e Fumagalli (Bruno Mendes); Fabinho e Ronaldo. Técnico - Osvaldo Alvarez.

Gols - Marcinho, aos 2, Nenê, aos 11, e Fumagalli, aos 26 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Flávio Rodrigues de Souza.

Cartões amarelos - Bruno Neves, Pedro Henrique, Fumagalli, Bruno Peres, Danilo Sacramento e Djavan.

Renda - R$ 28.170,00.

Público - 1.519 pagantes.

Local - Estádio Dário Rodrigues Leite, em Guaratinguetá.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.