Guaratinguetá vence a 7.ª seguida e reassume a liderança

Vitória por 3 a 0 diante do Rio Claro mostra força do time do Vale do Paraiba no Campeonato Paulista

12 de fevereiro de 2008 | 21h40

Outra vez mostrando eficiência nas finalizações, o Guaratinguetá bateu o Rio Claro, por 3 a 0, na noite desta terça-feira, no Estádio Augusto Schmidt Filho, em Rio Claro, no encerramento da oitava rodada. Veja também: Classificação Calendário / Resultados Com o resultado, o time da casa, que acumulou sua quarta derrota seguida, segue em penúltimo, com sete pontos. Já os visitantes venceram a sétima consecutiva e reassumiram a liderança, com 21 pontos, dois a mais do que a Ponte Preta.O Rio Claro começou o jogo disposto a sair da zona de rebaixamento. Apesar de dominar o jogo, porém, quem saiu na frente foi o Guaratinguetá. Aos 44’, o meia Nenê recebeu na entrada da área e, com categoria, encobriu o goleiro. Na segunda etapa, o time visitante liquidou a fatura logo a um minuto. Após escanteio da direita, a bola sobrou para Alessandro apenas completar. Com o adversário abatido, o Guaratinguetá fechou o placar aos 27’, com o ala Jéferson, em um contra-ataque.No próximo domingo, 18h10, o Rio Claro volta a campo para enfrentar o São Caetano, no Estádio Ulrico Mursa, em Santos, já que o Anacleto Campanella segue interditado. Enquanto isso, o líder Guaratinguetá jogará contra a Ponte Preta, no sábado, às 18h10, no Estádio Dario Rodrigues Leite, no Vale do Paraíba, valendo a manutenção da primeira colocação.RIO CLARO 0 x 3 GUARATINGUETÁRio Claro: Luiz Henrique; Douglão, Fernando Lombardi e Dão; Erick (André Cunha), Douglas Peruíbe, Edílson (Da Silva), Chumbinho e Marcos Alexandre; Mirandinha (Luciano) e Júnior. Técnico: Paulo César Catanoce. Guaratinguetá: Fábio; Odirlei, Toninho (Ivan) e Thiago Gomes; Nelsinho, Alê, Jackson, Nenê (Danilo Santos) e Jeferson; Caiuby e Alessandro Cambalhota (Odair). Técnico: Guilherme Macuglia.Gols: Nenê, aos 44 minutos do 1.º tempo. Alessandro Cambalhota, a 1, e Jéferson, aos 27 minutos do 2.º tempo. Árbitro: Marcelo RogérioCartões amarelos: Erick, Douglas Peruíbe, Nenê e Toninho. Renda: R$ 37.895,00.Público: 2.709 pagantes.Local: Estádio Dr. Augusto Schimidt Filho, em Rio Claro (SP)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.