Guardiola admite preocupação com zaga do Atlético e minimiza cobrança por título

Josep Guardiola admitiu nesta terça-feira que a defesa do Atlético de Madrid é o que mais preocupa o Bayern de Munique na semifinal da Liga dos Campeões. O treinador acredita que o time alemão, mesmo acostumado a muitas trocas de passe, terá dificuldade para superar a zaga espanhola e ainda poderá levar perigo em contra-ataques.

Estadão Conteúdo

26 de abril de 2016 | 16h31

"Eles têm uma boa estrutura defensiva, fecham todos os espaços e têm um forte contra-ataque", analisou Guardiola, nesta terça, véspera do primeiro jogo da ida da semifinal, em Madri. "É um time extremamente bem organizado em campo. [Diego] Simeone conquistou muitas coisas no clube."

Para Guardiola, o Atlético de Madrid pode ser comparado ao Barcelona e ao Real Madrid em termos de desempenho. "Quando jogam contra os melhores clubes da Europa, eles podem confundir qualquer um. Eles vêm brigando pelo título do Campeonato Espanhol nas últimas três ou quatro temporadas", destacou o treinador.

Questionado sobre a pressão da torcida, em sua despedida do clube, o técnico minimizou as cobranças pelo título que ainda não conquistou comandando o Bayern. "Sei que as pessoas vão falar que, se eu não ganhar a Liga dos Campeões, o meu trabalho não foi completo, mas tenho tido muita sorte pelas coisas que vivi aqui na Alemanha. Acho que agora sou um técnico melhor, uma pessoa melhor, mais relaxada", disse Guardiola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.