Jon Super/AP
Jon Super/AP

Guardiola defende a utilização de vacinas no futebol: 'Confio nos médicos e nos cientistas'

Técnico do Manchester City foi questionado sobre resistência de jogadores à imunização na Inglaterra e disse que esse é um 'assunto privado'

Redação, Estadão Conteúdo

18 de outubro de 2021 | 13h41

O técnico espanhol Pep Guardiola, do Manchester City, se manifestou favoravelmente nesta segunda-feira ao uso de vacinas contra a covid-19 e garantiu acreditar na ciência para combater a pandemia. O comandante da equipe inglesa foi questionado, em entrevista coletiva, sobre o fato de alguns jogadores da Inglaterra resistirem à imunização.

"É um assunto privado. Eu tenho minha própria opinião. Confio nos médicos e nos cientistas. Dizem que é a melhor maneira para proteger as pessoas. Tanto eu quanto minha família nos vacinamos", garantiu o técnico.

"Os médicos ingleses falarão com os jogadores de maneira individual e decidirão sobre o tema no país. Na Inglaterra, vimos quanta gente morreu e quanta gente segue sofrendo com a pandemia. É preciso usar máscaras e se vacinar pelo bem das pessoas", completou Guardiola.

O técnico espanhol ainda comentou da situação do goleiro Ederson e do atacante Gabriel Jesus, que atuaram pela seleção brasileira na semana passada, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, e ainda não estão confirmados para o duelo com o Brugge, pela Liga dos Campeões da Europa.

"Estou certo de que estão bem porque puderam descansar. Treinarão conosco e, amanhã (terça-feira) à noite, veremos como estarão", afirmou. O jogo está marcado para quarta-feira, portanto há mais um dia para descanso e trabalho mais leve.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.