Carl Recine/Reuters
Carl Recine/Reuters

Guardiola desmente rumores e diz que pretende seguir no City até fim do contrato

'Será um bom período (de tempo) no mesmo time', disse o técnico, que nunca comandou uma equipe por mais de quatro anos

Redação, Estadão Conteúdo

23 de dezembro de 2019 | 15h38

O técnico Josep Guardiola afirmou nesta segunda-feira que pretende cumprir seu contrato com o Manchester City até o fim, em 2021. Recentemente rumores na imprensa inglesa apontavam interesse do treinador de deixar a equipe ao fim da atual temporada, em razão de uma cláusula especial em seu contrato.

"Esta é a minha quarta temporada aqui, a próxima será a quinta porque pretendo continuar aqui na próxima. Será um bom período (de tempo) no mesmo time", disse Guardiola, que nunca comandou uma equipe por mais de quatro anos. Foi assim no Barcelona, entre 2008 e 2012, e no Bayern de Munique, onde ficou menos tempo, entre 2013 e 2016.

No City, ele chegou em 2016, com vínculo de três anos. Em 2018, o contrato foi renovado até 2021. "Estou incrivelmente bem aqui. Preciso ver se mereço um novo contrato. O nível cresceu muito e as expectativas são mais altas. Temos que ver se podemos lidar com isso. Não depende apenas de mim."

Atual bicampeão inglês, o City busca o terceiro título consecutivo na competição nacional. Porém, está a 11 pontos do líder Liverpool. A equipe tentará reduzir esta diferença na sexta-feira, no duelo contra o Wolverhampton, fora de casa. O rival está em sexto lugar na tabela.

"Wolves é sempre um dos adversários mais complicados. O que Nuno [Espírito Santo, técnico] está fazendo é incrível. Será uma das partidas mais difíceis. Em casa, eles são incrivelmente organizados, com uma postura mais ofensiva. Espero que consigamos manter o mesmo nível das últimas semanas", projetou Guardiola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.