Dylan Martinez|Reuters
Dylan Martinez|Reuters

Guardiola diz que Bayern sabe o que fazer para vencer o Benfica

Semifinalista nas últimas quatro edições da Liga dos Campeões, o Bayern de Munique é favorito diante do Benfica. A vitória magra por 1 a 0 no jogo de ida, na Alemanha, na semana passada, entretanto, deixou mais tenso o clima para a partida desta quarta-feira, no Estádio da Luz, em Lisboa. Se vencer por dois gols de diferença, o time português vai à semi pela primeira vez desde 1990.

Estadão Conteúdo

12 de abril de 2016 | 20h13

O técnico Pep Guardiola quer se despedir do Bayern de Munique disputando a final da Liga dos Campeões e diz que se time sabe o que fazer para seguir em busca do título. "A gente pretende defender bem, marcar um gol e se classificar para a próxima rodada. Os times se conhecem bem, uma vez que jogamos na semana passada, e taticamente nós sabemos o que fazer", disse o treinador português nesta terça-feira em entrevista coletiva.

O Benfica irá a campo diante de cerca de 60 mil torcedores sem seu principal jogador. O artilheiro Jonas, ex-Santos e Grêmio, está suspenso e não vai poder ajudar o clube português a buscar a 21.ª vitória nos últimos 23 jogos. "A gente também já teve problemas. Por exemplo, o Javi Martínez ficou fora por cinco meses e a gente teve que jogar sem um volante genuíno por esse tempo. É do futebol", minimizou Guardiola.

Além de Jonas, o Benfica também não terá o goleiro Julio Cesar e o zagueiro argentino Lisandro López, ambos machucados. Já o Bayern não conta com Boateng, Badstuber, Robben e Benatia. Deverá jogar com: Neuer; Lahm, Kimmich (Martínez), Alaba e Bernat; Vidal, Thiago, Douglas Costa e Ribéry; Müller, Lewandowski.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.