Guardiola diz que não pode prometer títulos no Barcelona

O técnico Pep Guardiola tentou diminuir as expectativas que giram em torno do Barcelona, mas prometeu manter o estilo de jogo que levou o seu clube a ser apontado como o melhor do mundo nas últimas três temporadas. O time catalão teve um início titubeante de temporada, tendo tropeçado nos últimos dois jogos, ambos com empates por 2 a 2 com Milan, pela Liga dos Campeões da Europa, e Real Sociedad, pelo Campeonato Espanhol.

AE, Agência Estado

16 de setembro de 2011 | 15h44

"Não tenho a força para prometer títulos. Não prometo que ganharemos nada neste ano", declarou Guardiola, nesta sexta-feira. "As coisas se ganham passo a passo, com muito esforço e muito trabalho. Agora somos candidatos iguais aos outros 19 times do Campeonato Espanhol".

"Prometo jogar como jogamos contra a Real Sociedad ou Milan. Contra os italianos, 23 chutes a gol, 70% de posse de bola e jogamos futebol para ganhar. Só espero que meus jogadores se comportem como nestes últimos dias", completou.

O clube catalão está dois pontos atrás do Real Madrid no Campeonato Espanhol, depois que a equipe de José Mourinho venceu seus dois primeiros jogos. Guardiola faturou três títulos do Campeonato Espanhol desde que assumiu o Barcelona, além de duas conquistas da Liga dos Campeões da Europa.

Em agosto, o time derrotou o Real Madrid para faturar a Supercopa da Espanha, somando 12 troféus conquistados no clube. Porém, a equipe caiu de desempenho e sofre com as lesões de Andrés Iniesta e do chileno Alexis Sánchez. "Depois de ganhar tanto, aumenta o nível de exigência", disse Guardiola.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBarcelonaPep Guardiola

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.