Peter Kneffel/EFE
Peter Kneffel/EFE

Guardiola diz que não renovou com o Bayern porque quer time inglês

Técnico procura um novo desafio no Campeonato Inglês

Estadão Conteúdo

05 de janeiro de 2016 | 13h16

Já se sabia que Pep Guardiola não renovará seu contrato com o Bayern de Munique e deixará o clube ao fim da temporada, mas só nesta terça-feira o treinador revelou o motivo da decisão. O técnico, considerado um dos melhores do mundo na atualidade, contou em entrevista coletiva que está deixando a Alemanha porque quer trabalhar no Campeonato Inglês.

"A razão pela qual eu não vou ficar no Bayern é muito simples: eu quero ser treinador na Inglaterra na Premier League. Essa é a única razão pela qual eu não estou estendendo o meu contrato. Eu sou jovem ainda, tenho 44 anos. Eu quero um novo desafio", disse Guardiola, que também poderia ter renovado contrato com o Barcelona, mas, à época, procurou um novo desafio.

Apesar da decisão de não renovar seu contrato de três anos, que mudou a forma de o Bayern jogar, Guardiola disse que é grato ao Bayern e ao presidente Karl-Heinz Rummenigge. "Eu sei que o clube queria me manter, mas neste estágio da minha carreira eu preciso de um novo desafio".

Sob o comando do espanhol, o Bayern de Munique ganhou o Mundial de Clubes e a Supercopa da Europa em 2013, o Campeonato Alemão e a Copa da Alemanha em 2014, e o Campeonato Alemão em 2015. Agora, o time caminha a passos largos para ganhar ao menos o tri do Alemão, brigando ainda na Liga dos Campeões e na Copa da Alemanha.

Guardiola agora quer a Inglaterra e os grandes ingleses quase todos querem Guardiola. O treinador tem seu nome ligado principalmente ao Manchester City, que estaria disposto a lhe oferecer um caminhão de dinheiro, mas o técnico jura que não assinou com ninguém ainda. "Recebi diferentes ofertas, mas ainda não me decidi".

De acordo com Guardiola, assim que ele acertar com um clube, "o mundo" será comunicado a respeito. Até mudar de clube, o treinador continuará concentrado no Bayern de Munique e em passar uma grande equipe para as mãos do substituto Carlo Ancelotti, o "técnico perfeito" para o Bayern, na opinião de Guardiola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.