Guardiola é absolvido de acusação de doping

Pep Guardiola, técnico do Barcelona, foi inocentado nesta terça-feira de acusação de doping, relativa ao período em que atuava pelo Brescia, da Itália. O ex-jogador foi flagrado em exame, realizado em outubro de 2001, com o esteroide nandrolona.

AE, Agencia Estado

29 de setembro de 2009 | 14h55

Inicialmente, a Federação Italiana de Futebol decidiu suspender Guardiola por quatro meses. O ex-jogador, porém, solicitou a revisão do seu caso e teve sucesso, sendo absolvido das acusações em maio.

A absolvição de Guardiola fez com que Ettore Torri, fiscal antidoping do Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni), apelasse da decisão. Porém, o tribunal antidoping do Coni decidiu inocentar o atual treinador do Barcelona.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGuardioladoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.