Alejandro Garcia/EFE
Alejandro Garcia/EFE

Guardiola foge de polêmica e foca apenas o Espanhol

Técnico afirmou que o Barcelona está concentrado na partida contra a Real Sociedad

AE-AP, Agência Estado

29 de abril de 2011 | 12h01

O técnico Josep Guardiola evitou entrar em polêmicas com José Mourinho, após as críticas do treinador do Real Madrid à arbitragem do clássico da última quarta-feira, pela semifinal da Liga dos Campeões, e afirmou que o Barcelona está concentrado na partida deste sábado, contra a Real Sociedad, pelo Campeonato Espanhol.

"Temos que ter em conta que jogamos boa parte do campeonato em um campo que é muito complicado. Se não colocarmos os cinco sentidos (na partida), não conseguiremos. Amanhã (sábado) estaremos jogando uma competição que dura 11 meses", declarou Guardiola, afirmando que uma vitória pode praticamente garantir o título do Espanhol.

Se Guardiola não pensa em Mourinho, o mesmo não pode se dizer da diretoria do Barcelona. O clube entrou com uma ação junto à Uefa, que abriu um processo disciplinar contra o treinador. Depois do clássico de quarta, o português reclamou muito da expulsão de Pepe e disse que o clube catalão é ajudado "pela publicidade da Unicef (estampada na camisa da equipe), pela amizade com (Angel María) Villar (presidente da Real Federação Espanhola de Futebol), ou porque são simpáticos", o que foi considerado "inapropriado" pela entidade.

"Só posso dar apoio às decisões da junta diretiva. Não tenho nada a dizer sobre a denúncia ao Real Madrid. Eu apenas defendo minha instituição. Sempre estive apoiado pelas juntas diretivas do clube, nunca me senti só, nem desprotegido", disse o técnico espanhol.

Veja também:

link José Mourinho se recusa a falar sobre clássico com Barcelona

video ESPN - Jornal catalão chama Mourinho de farsa; em Madri, críticas a Daniel Alves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.