Michael Dalder/ Reuters
Michael Dalder/ Reuters

Guardiola lembra os 45 jogos invictos do Zagreb e prevê dificuldade

Bayern recebe clube croata nesta terça pela Liga dos Campeões

Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2015 | 13h41

Responsável por um resultado surpreendente na primeira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa ao bater o Arsenal por 2 a 1, na Croácia, o Dínamo Zagreb tentará voltar a aprontar nesta terça-feira, quando vai visitar o Bayern de Munique. E o técnico do clube alemão, Pep Guardiola, lembrou a impressionante série invicta de 45 jogos do adversário para prever um duelo complicado.

"Eles estão há 45 partidas invictos. Não há muito mais que você precise dizer sobre o time do Dínamo. Você esperaria que o Arsenal tivesse vencido na primeira rodada, mas depois de 30 minutos eu pude ver o quão forte é o Dínamo, muito bom na defesa, com os jogadores muito disciplinados para se manter em suas posições", disse.

Para superar o time croata, o Bayern deve contar com a excelente fase do atacante polonês Rober Lewandowski, que marcou sete gols em duas partidas na última semana, sendo cinco deles no duelo com o Wolfsburg, em um período de apenas nove minutos. Guardiola, evidentemente, elogiou o atacante polonês e espera que ele consiga manter o ótimo nível.

"Estou muito feliz com Robert Lewandowski, seus passes, seus gols, mas é claro que eu quero mais. Espero que ele marque novamente neste jogo, mas estou feliz com ele, mesmo quando ele não marca, desde que jogue do jeito que eu quero", afirmou o treinador.

Guardiola aguarda uma definição sobre as condições de Arturo Vidal, com problema no joelho, para definir a escalação do Bayern para o duelo pela segunda rodada do Grupo F da Liga dos Campeões.

A tendência, porém, é de que o time entre em campo com a seguinte escalação: Neuer; Lahm, Boateng, Alaba e Bernat; Vidal, Xabi Alonso e Thiago Alcântara; Müller, Lewandowski, Douglas Costa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.