Guardiola nega poupar time à espera do Real Madrid

Nem a vantagem de ter vencido o jogo de ida por 5 a 1 fará com que Pepe Guardiola poupe alguns dos seus titulares na partida de volta das quartas de final da Liga dos Campeões, nesta terça-feira, contra o Shakhtar Donetsk, já visando os clássicos contra o Real Madrid. Se as duas equipes espanholas avançarem às semifinais, se enfrentarão quatro vezes somente em abril - também pelo Espanhol e pela decisão da Copa do Rei.

AE, Agência Estado

11 de abril de 2011 | 16h32

"Poupar? Poupa-se quando temos muita vantagem, mas amanhã (terça) nós jogaremos para passar a uma semifinal de Liga dos Campeões, contra uma equipe muito boa. Temos que entrar muito fortes", desdenhou Guardiola sobre a possibilidade de escalar um time misto.

Para Guardiola, a equipe não pode começar a se preocupar desde já com o Real Madrid. Tem que primeiro pensar nos ucranianos: "O Barcelona tem a obrigação de centrar-se nesta partida e só nesta".

O Barcelona, porém, não terá força máxima no jogo desta terça-feira, na Ucrânia. Puyol e Abidal seguem de fora e ganham a companhia de Bojan no departamento médico. O atacante sofreu uma ruptura no ligamento cruzado posterior do joelho esquerdo e levará de seis a oito semanas para voltar a jogar. Iniesta está suspenso e também não viajou à Ucrânia.

Thiago Alcântara, destaque da vitória sobre o Almería no sábado, aproveitou a ausência de Iniesta para ser relacionado, assim como Jonathan dos Santos, que ocupa o lugar que costuma ser de Bojan. Os dois são filhos de ex-jogadores brasileiros: Mazinho e Zizinho, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.