Guardiola pede paciência para definir futuro no Barça

Com futuro indefinido, o técnico Josep Guardiola pediu paciência para poder decidir se renovará seu contrato com o Barcelona. O atual vínculo do treinador com a equipe acabará em junho e os pedidos de jogadores e torcedores para que ele fique no clube se intensificam a cada dia.

AE, Agência Estado

18 de janeiro de 2011 | 14h37

Guardiola afirmou nesta terça-feira que quer "tempo para pensar antes de renovar o contrato, porque há muitas coisas a serem conversadas". No entanto, o próprio treinador já havia dado sinais de que reforçará o seu compromisso com o clube ao dizer: "Melhor do que estou aqui (no Barcelona) não estarei em nenhum lugar".

Entre os pedidos para que o técnico fique está o do argentino Lionel Messi. Eleito melhor jogador do mundo pela segunda vez, Messi disse que "depois de tudo o que Guardiola deu ao Barça e de ver como está a equipe com ele, é difícil imaginar um Barcelona sem ele".

Guardiola é tido como peça fundamental do Barcelona. No clube como técnico desde 2008 - foi jogador da equipe de 1990 a 2001 -, ele já conquistou dois Campeonatos Espanhóis, uma Copa do Rei, uma Supercopa da Espanha, uma Liga dos Campeões da Europa, uma Supercopa Europeia e um Mundial de Clubes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.