Guarín perde resto da temporada na Inter de Milão e preocupa a Colômbia

A Inter de Milão sofreu uma baixa para o restante do Campeonato Italiano que preocupa a Colômbia para a disputa da Copa América. O volante Fredy Guarín se contundiu no último fim de semana, na partida entre a Inter de Milão e Lazio, e deve ficar afastado dos gramados por cerca de um mês.

Estadão Conteúdo

13 de maio de 2015 | 14h05

"Lesão de primeiro grau no tendão do músculo reto femoral da perna direita. O prognóstico é de quatro a cinco semanas", explicou a Inter em seu perfil no Twitter, rede de microblogs na internet, descartando o jogador, portanto, das três rodadas finais do Campeonato Italiano, que se encerrará em 31 de maio.

A situação, evidentemente, também preocupa a Colômbia. O técnico José Pékerman incluiu Guarín na lista prévia de 30 convocados para a Copa América, mas ainda não sabe se poderá contar com o jogador. A relação precisará ser reduzida para 23 nomes até 1º de junho.

Guarín, de 28 anos, é um dos principais jogadores da seleção colombiana, que já perdeu o atacante Adrian Ramos, por causa de uma lesão no tornozelo direito, para a Copa América - o jogador do Borussia Dortmund nem foi incluído na lista prévia de convocados.

A Colômbia também tem outros problemas. O atacante Teófilo Gutiérrez, do River Plate, ficará afastado dos gramados por três semanas por causa de uma lesão muscular. Além disso, em razão de outras lesões, Pablo Armero, Camilo Zúñiga, Santiago Arias, Jeison Murillo e Eder Alvarez Balanta tiveram pouca atividade nesta temporada.

No Grupo C da Copa América, a Colômbia vai estrear diante da Venezuela em 14 de junho. Os seus outros adversários na fase de grupos serão o Brasil, no dia 17, e o Peru, no dia 21.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.