Cesar Greco/ Ag. Palmeiras
Cesar Greco/ Ag. Palmeiras

Guerra sente dores e causa preocupação no Palmeiras

Antiga lesão volta e jogador passará por exames detalhados na segunda-feira

Daniel Batista, Estadao Conteudo

30 de julho de 2017 | 11h34

O Palmeiras pode ter uma importante baixa para os próximos jogos. O meia Alejandro Guerra voltou a sentir dores no músculo adutor da coxa, uma antiga lesão que ele tinha, e teve que deixar a partida contra o Avaí ainda no primeiro tempo, no sábado. O jogador passará por exames detalhados na segunda-feira para saber a gravidade da contusão.

"Guerra voltou a ter a dor que tem no adutor. Quando ele chutou a bola no primeiro tempo, sentiu dor. Vamos ver, porque em cima do jogo é difícil saber o grau da lesão", disse o técnico Cuca, após a vitória por 2 a 0 sobre o Avaí.

Na partida realizada neste sábado, o venezuelano foi substituído por Raphael Veiga. Outro jogador que deixou a partida com problemas físicos, mas não parece preocupar, é o zagueiro Mina. Segundo Cuca, o jogador saiu por precaução. "Mina está com dores nos glúteos, mas nada preocupante para o futuro", garantiu o comandante palmeirense.

A preocupação com a condição física dos atletas é para quem todos estejam bem para o jogo da quarta-feira da semana que vem, dia 9 de agosto, quando o Palmeiras encara o Barcelona, do Equador, no Allianz Parque, pela Copa Libertadores. No primeiro confronto, os equatorianos venceram por 1 a 0.

O elenco do Palmeiras ganhou folga neste domingo e retorna aos treinamentos na segunda-feira. O time alviverde volta a campo na quarta-feira, para encarar o Botafogo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasGuerra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.