Guerreiro quer vitória 'de qualquer maneira' no Cruzeiro

Ainda sem vencer no returno, o Cruzeiro sabe que não vive um bom momento. Nos cinco jogos posteriores à vitória no clássico contra o Atlético-MG, o time celeste somou dois empates e três derrotas. Com o Vasco 16 pontos à frente, a chance de título já é somente matemática. Para o volante Leandro Guerreiro, o segredo para retomar o caminho das vitórias é o diálogo.

AE, Agência Estado

19 de setembro de 2011 | 19h34

"Vamos ter que conversar bastante, um ajudar o outro. Sabemos que não vivemos uma fase boa, é uma fase complicada. Mas temos que conseguir essa vitória contra o Coritiba de qualquer maneira para sair mais rápido dessa situação que a gente vive hoje", comentou Guerreiro, que volta de suspensão no jogo de quarta-feira, no Couto Pereira, pela 25.ª rodada do Brasileirão.

Leandro Guerreiro sabe que encerrar a crise jogando contra o Coritiba na casa do adversário não será tarefa das mais simples. "É um jogo extremamente difícil. A gente sabe que o Coritiba tem uma equipe muito leve, muito veloz. Sabemos que vamos ter que lutar e brigar muito e, principalmente, correr muito, para tentar sair de lá com a vitória", destacou.

Já Marquinhos Paraná relaciona a série de resultados ruins aos diversos problemas que o técnico Emerson Ávila tem tido para escalar a equipe. "Saíram muitos jogadores. A cada jogo alguns jogadores ficam de fora por contusões ou suspensões e o Emerson precisa montar uma equipe diferente a cada partida", lamentou o volante.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroCampeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.