Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Guerrero ataca árbitro após derrota do Inter: 'É complicado jogar aqui contra 12'

Atacante peruano reclama de suposto pênalti não marcado para o colorado

Redação, Estadão Conteúdo

04 de maio de 2019 | 21h38

Ao término do jogo em que o Internacional perdeu para o Palmeiras, por 1 a 0, neste sábado, no Allianz Parque, o jogador mais revoltado era o experiente Paolo Guerrero. O atacante peruano admitiu a dificuldade da partida, mas disse que desta vez a equipe gaúcha precisou enfrentar "12 jogadores".

"É complicado jogar aqui contra 12, o time do Palmeiras e mais o juiz", atacou jogador, em entrevista ao canal TNT. "Teve um pênalti lá para nós e ele não deu. Me disse que estava conferindo. Mas nada aconteceu. Assim é muito difícil", reclamou Guerrero.

Para Guerrero, porém, o time gaúcho foi melhor no duelo e não merecia perder. "Foi um grande jogo, acho que dominamos eles e poderíamos ter até vencido. Vamos agora esquecer e pensar para a frente", declarou.

O discurso do zagueiro Victor Cuesta era parecido ao de Guerrero. Segundo ele, o Internacional dominou o jogo "mas o Palmeiras é uma grande equipe e tem jogadores que fazem a diferença na hora da definição".

O volante Rodrigo Lindoso lamentou muito o fato do time ter sofrido o gol de bola parada, porque o técnico Odair Hellmmann tinha alertado sobre este ponto forte do adversário. "Nós erramos, porque o professor nos alertou. Foi bobeira nossa. O jogo é decisivo nos detalhes. Mas fizemos um bom primeiro tempo, depois fomos bem no segundo e vimos o respeito do Palmeiras que se fechou bem lá atrás. O importante é que mostrarmos ter condições de enfrentar qualquer time em qualquer lugar", completou.

O próximo jogo no Brasileirão vai ser somente no outro domingo, dia 12, às 16 horas, diante do Cruzeiro. Mas a preocupação geral nos vestiários era focar no próximo duelo válido pela Copa Libertadores. Na terça-feira vai enfrentar, em Buenos Aires, o River Plate pela última rodada da fase de grupos. Os dois times já estão classificados no Grupo A: o Inter soma 13 pontos, contra nove dos argentinos. A delegação colorada vai ficar em São Paulo e viaja domingo à noite para a Argentina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.