JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Guerrero confirma ter recebido proposta do futebol árabe

Atacante discute renovação de contrato com o Corinthians e viaja para as férias sem definição e disputado por clubes de outro país

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

08 de dezembro de 2014 | 15h33

O atacante Paolo Guerrero, do Corinthians, disse nesta segunda-feira, em São Paulo, que vai viajar de férias sem ter uma definição sobre a permanência no clube e ainda confirmou ter recebido uma proposta do futebol árabe. O jogador tem contrato somente até o meio do ano e deixou para a diretoria definir o quanto pode oferecer para que renove o vínculo com o clube paulista.

"Chegaram algumas propostas para o nosso empresário, mas não posso falar porque não tive uma conversa com ele. Não sei detalhes", disse Guerrero, que está no alvo do Ah Ahli, do Emirados Árabes. "Ainda não sei se em junho ficarei aqui no Corinthians. O futuro ainda é incerto. Até agora não escutei mais nada (da diretoria). Quero só viajar e aproveitar a minha família", contou o atacante, que vai ao Peru para passar as festas do fim de ano.

Guerrero participou nesta segunda-feira da festa de premiação da Bola de Prata da revista Placar e do canal ESPN para os melhores do Campeonato Brasileiro. O peruano entrou na seleção do torneio ao lado do colega Gil, zagueiro do Corinthians. O artilheiro da equipe na temporada não sabe se continua em 2015, mas já prevê muita cobrança para disputar a pré-Libertadores diante de algum time colombiano. "Jogamos em um clube grande, temos a pressão de passar, mas estamos tranquilos", afirmou.

O peruano evitou falar sobre a pré-temporada da equipe, que será realizada nos Estados Unidos, e também sobre a possível escolha do técnico, pois Mano Menezes deixou o comando ao fim do Brasileirão. Guerrero reiterou que o momento é para descansar e deixar de lado a decisão se vai renovar ou não. "Ainda não tomei qualquer decisão. Quero esfriar a cabeça e não pensar em mais nada por enquanto", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.