JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Guerrero culpa calendário por jejum no Corinthians

Atacante criticou a quantidade de jogos em um curto período de tempo

AE, Agência Estado

19 de junho de 2013 | 15h16

LIMA - O atacante Paolo Guerrero construiu toda a sua carreira no futebol alemão, até ser contratado pelo Corinthians no segundo semestre de 2012. Um dos heróis da conquista do título do Mundial de Clubes no ano passado, o jogador peruano se adaptou rapidamente ao Brasil, mas passa por um momento difícil, com um jejum de oito partidas sem fazer gols. Assim, o jogador criticou o calendário do futebol brasileiro para justificar o seu jejum.

"Não me sinto bem fisicamente. Estive jogando sábado, quarta-feira, sábado e não consegui trabalhar em mim pela sequência de partidas. Terminou o Paulistão e em seguida começou o Brasileirão. Pretendo trabalhar neste tempo para recuperar minha força e resistência", afirmou ao jornal esportivo peruano Depor, ressaltando que a intertemporada será importante para que ele recupere o condicionamento físico ideal.

Com o Corinthians eliminado da Copa Libertadores, Guerrero avaliou que o seu principal objetivo no segundo semestre será a conquista do título do Campeonato Brasileiro - atualmente, o time ocupa o 13º lugar. Além disso, apesar de estar satisfeito no clube, revelou o desejo de voltar a jogar no futebol europeu. "Gostaria de ganhar o Brasileirão. Estamos trabalhando para isso. Vamos passo a passo, mas também tenho as intenção de voltar a jogar na Europa", disse.

Apesar do jejum de gols, Guerrero está com 20 gols marcados em 43 partidas pelo Corinthians. Para ele, o estilo de jogo adotado pelo técnico Tite o ajuda a ter bom desempenho no time. "O Corinthians jogada com só um atacante e gosto disso. Os meias me procuram e tratam que a bola chegue limpa em mim. Tite faz com que a equipe praticamente jogue para mim", afirmou.

O próximo compromisso do Corinthians será somente em 3 de julho, contra o São Paulo, no Morumbi, pela primeira partida da decisão da Recopa Sul-Americana. No Campeonato Brasileiro, o time volta a jogar no dia 7, na Fonte Nova, contra o Bahia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.