Alex Silva/Estadão - 02/07/2013
Alex Silva/Estadão - 02/07/2013

Guerrero deve passar por cirurgia e só voltar ao Corinthians em 2014

Atacante peruano tem fissura no pé esquerdo e caso passe por operação, ficaráté dois meses parado

Fábio Hecico, Agência Estado

21 de outubro de 2013 | 20h56

SÃO PAULO - O atacante peruano Guerrero bem que tentou voltar aos treinos nesta segunda-feira, mas não aguentou muito tempo e saiu de campo com dores. Assim, os médicos do Corinthians devem optar por uma cirurgia para corrigir a fratura no quinto metatarso do pé esquerdo do jogador, o que faria com que ele só voltasse a jogar no ano que vem. Consultor médico do Corinthians, Joaquim Grava vai ao CT do Parque Ecológico nesta terça-feira para examinar Guerrero. Mas já admite a possibilidade de operação. "É bem provável que ele tenha que passar pelo processo cirúrgico", adiantou o cirurgião, explicando que a fratura é pequena, mas não está sendo possível consolidá-la.

Segundo Joaquim Grava, a primeira fase do tratamento do peruano foi clínica. Mas, como não teve o resultado esperado e o final da temporada está perto, os médicos devem optar agora pela cirurgia. O prazo de recuperação num caso desses é de 45 a 60 dias, o que faria com que Guerrero só pudesse voltar a jogar no ano que vem. Titular do Corinthians, Guerrero tem sido um desfalque muito lamentado por Tite. O técnico esperava contar com o retorno do peruano nesta quarta-feira, quando acontece o jogo de volta contra o Grêmio, em Porto Alegre, pelas quartas de final da Copa do Brasil, mas não foi possível. E o pior é que o atacante só deve voltar em 2014.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansGuerrero

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.