José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Guerrero é suspenso por três jogos e não enfrenta o São Paulo

Atacante foi expulso na primeira partida do Corinthians na Libertadores, em São Paulo, e também não pega o San Lorenzo

O Estado de S. Paulo

11 de fevereiro de 2015 | 23h55

O atacante Paolo Guerrero recebeu três jogos de suspensão da Conmebol, por causa da expulsão no jogo de ida contra o Once Caldas, pela pré-Libertadores, em São Paulo. Como o jogador já cumpriu um jogo - não atuou na noite desta quarta-feira em Manizales, no jogo de volta -, ainda terá duas partidas para cumprir. 

Por causa da punição, o atacante peruano não enfrentará o São Paulo, na próxima quarta-feira, também no estádio corintiano, e ficará fora da primeira partida do time como visitante, quando o Corinthians enfrentará o atual campeão da Libertadores, o San Lorenzo, na Argentina, no dia 4 de março.


Guerrero foi expulso aos 25 minutos do primeiro tempo no duelo contra os colombianos, por uma agressão em Pérez numa disputa de bola pelo alto, mas não comprometeu o resultado final da partida. Naquele momento, o time já ganhava de 1 a 0, com gol marcado por Emerson Sheik com menos de um minuto de jogo. Mesmo com um jogador a menos em campo, o Corinthians goleou o Once Caldas por 4 a 0 e encaminhou a classificação para a fase de grupos da competição. Nesta quarta, na partida de volta, os times empataram por 1 a 1.

Na mesma partida, o lateral Fábio Santos também foi expulso. No fim do duelo, ele entrou em uma forte dividida com Arango. Sua punição ainda não foi divulgada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.