Silvio Avila/EFE
Silvio Avila/EFE

Guerrero marca em estreia, Inter vence Caxias de novo e está na final do Gaúcho

O peruano não jogava desde julho de 2018 e foi fundamental para a classificação do time

Redação, Estadao Conteudo

06 de abril de 2019 | 19h10

Sem grandes problemas, o Internacional garantiu a vaga na decisão do Campeonato Gaúcho. O time colorado retornou à final do Estadual ao derrotar o Caxias por 2 a 0, com um dos gols marcado pelo estreante Guerrero, na tarde deste sábado, no Beira-Rio, em Porto Alegre, no confronto de volta das semifinais.

Como havia vencido o jogo de ida, em Caxias do Sul, por 2 a 1, o Inter selou a classificação com dois triunfos. Agora, a equipe espera a outra semifinal, disputada entre Grêmio e São Luiz, neste domingo, para conhecer seu adversário na luta pelo título. Antes da decisão, porém, o Inter tem compromisso pela Libertadores. Na terça-feira, a equipe recebe o Palestino, do Chile, às 21h30, no Beira-Rio.

A torcida do Inter teve motivos de sobrar para comemorar dentro e fora de campo. Isto porque o clube preparou uma série de comemorações pelos 50 anos do estádio Beira-Rio. O ex-atacante Valdomiro, autor do primeiro gol do local, foi um dos homenageados.

Dentro de campo, a novidade ficou por conta da estreia de Guerrero. Contratado no ano passado, mas impossibilitado de entrar em campo por causa de uma suspensão por doping, o peruano começou entre os titulares. Ele não jogava desde julho de 2018, mas aguentou jogar por 60 minutos e deixou sua marca em cabeçada no primeiro tempo.

Quando a bola começou a rolar foi o argentino Sarrafiore quem chamou a responsabilidade. De fora da área, ele obrigou o goleiro Luis Cetin a trabalhar aos 21 minutos, na primeira chance de gol.

Além de enfrentar problemas com o entrosamento, já que foi a campo com um time recheado de reservas, o Inter viu o adversário controlar a posse de bola, mas sem conseguir finalizar. Chegando pouco ao campo de ataque, os colorados aproveitaram bem a oportunidade que tiveram para abrir o placar. Aos 36 minutos, Camilo cobrou escanteio e Guerrero subiu entre dois marcadores para balançar as redes, de cabeça.

Ainda no primeiro tempo, o Caxias teve a chance de empatar em cabeçada de Bruno Alves, mas a bola passou por cima da meta. Depois disso, no segundo tempo, o time da Serra Gaúcha voltou fazendo pressão e assustou Lomba antes do primeiro minuto. Bruno Alves recebeu cruzamento da esquerda e bateu cruzado. A bola passou perto da trave e foi para fora.

A resposta do Inter veio aos oito minutos com Sarrafiore. Depois de cruzamento de Uendel, o meia, dentro da pequena área, com o goleiro caído, carimbou a trave, desperdiçando oportunidade incrível.

Já sem Guerrero em campo, substituído aos 15 minutos por Johnatan Alvez, o Inter ampliou aos 23. Em contra-ataque, Guilherme Parede recebeu lançamento de Marcelo Lomba, invadiu a área e finalizou no contrapé de Luis Cetin.

E a vantagem de 2 a 0 deixou o Inter em uma situação ainda mais cômoda para ir à decisão, enquanto o Caxias precisava de uma improvável reação para seguir vivo na competição, da qual acabou dando adeus neste sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.