Guerrero quer Corinthians preparado para gramado ruim contra Luverdense

Partida será no Estádio Passos da Ema, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso

RAPHAEL RAMOS, Agência Estado

20 de agosto de 2013 | 08h33

SÃO PAULO - Apesar do amplo favoritismo do Corinthians, o atacante Guerrero alerta para as dificuldades que o time enfrentará nesta quarta-feira contra o Luverdense, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. A partida será no Estádio Passos da Ema, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso. O adversário disputa a Série C do Campeonato Brasileiro.

"Um jogador de futebol tem de se adaptar a todos os campos de jogo. Possivelmente teremos dificuldades, mas a gente tem de estar preparado para tudo porque pode acontecer qualquer coisa durante o jogo. A possibilidade de se machucar é maior, assim como de errar passes e perder a bola. Por isso tem de ter uma concentração maior", disse Guerrero.

O Estádio Passos da Ema teve a sua capacidade ampliada de 4.996 lugares para 9.146 torcedores depois que foram instaladas arquibancadas móveis usadas normalmente em rodeios. "É complicado. A gente não sabe como vai ser o campo. Eles estão muito motivados porque vão jogar contra o campeão do mundo. Todo mundo quer ganhar da gente. Vai ser difícil", disse o atacante.

Guerrero, porém, está confiante e aposta no poder de decisão do Corinthians e já proteja até o título da Copa do Brasil - o campeão ganha vaga na Libertadores. "O Corinthians está acostumado a jogar torneios mata-mata. O grupo quer conquistar mais do que já ganhou", enfatizou o peruano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.