Brendan Smialowski / AFP
Brendan Smialowski / AFP

Guiana Francesa escala Malouda e empata na Copa Ouro, mas pode ser punida

Em outra partida do grupo, Canadá e Costa Rica empatam em 0 a 0

Estadão Conteúdo

12 Julho 2017 | 08h54

Com a presença de Florent Malouda em sua formação titular durante os 90 minutos, a seleção da Guiana Francesa empatou por 0 a 0 com Honduras, na noite de terça-feira, em Houston, em duelo válido pela segunda rodada do Grupo A da Copa Ouro. Mas a presença em campo do veterano jogador, de 37 anos, pode render uma punição para a sua seleção.

Malouda, que é nascido na Guiana Francesa, disputou 80 partidas pela seleção da França entre 2004 e 2012, com nove gols marcados. Por isso, as regras da Fifa o tornam inelegível para defender outra seleção. Assim, a sua escalação será alvo de investigação de uma comissão disciplinar da Concacaf e a equipe deve ser punida com uma derrota por W.O.

Um território ultramarino, a Guiana Francesa, porém, não tem a sua federação de futebol reconhecida pela Fifa, embora seja filiada à Concacaf, que organiza a Copa Ouro. Essa, no entanto, não foi a primeira vez que Malouda atuou pela seleção da Guiana Francesa. Mas, agora, por se tratar de uma competição que leva em consideração o regulamento da Fifa, a sua equipe deve ser punida pela confederação continental.

No outro jogo do dia pelo Grupo A, Costa Rica e Canadá, que haviam triunfado na estreia na Copa Ouro, empataram por 1 a 1, também em Houston. Os dois gols da partida saíram no primeiro tempo, sendo marcados pelo canadense Davies, aos 26 minutos, e pelo costarriquenho Calvo, aos 42.

Os resultados deixam Canadá e Costa Rica com quatro pontos cada, enquanto Honduras e Guiana Francesa estão ambas com um ponto no Grupo A. Mas é bem provável que isso mude com a provável punição à Guiana Francesa pela Concacaf. Na última rodada da chave, na próxima sexta-feira, serão realizados os jogos Costa Rica x Guiana Francesa e Canadá x Honduras em Frisco.

A Copa Ouro prossegue nesta quarta-feira com a segunda rodada do Grupo B, em Tampa, com os duelos Panamá x Nicarágua e Estados Unidos x Martinica. Os dois primeiros colocados de cada uma das três chaves avançam às quartas de final, assim como os dois melhores terceiros colocados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.