Divulgação/Atlético
Divulgação/Atlético

Guilherme Arana reconhece apresentação ruim do Atlético-MG em derrota no Mineirão

Time mineiro saiu na frente, mas acabou levando virada do Fortaleza com dois gols de Yago Pikachu

Redação, Estadão Conteúdo

30 de maio de 2021 | 13h56

Um dos destaques do Atlético-MG na temporada, o lateral-esquerdo Guilherme Arana reconheceu o fraco futebol apresentado pelo time na derrota para o Fortaleza, de virada, por 2 a 1, no Mineirão, na estreia do Campeonato Brasileiro, neste domingo.

"A verdade é que não jogamos nada. Essa é a verdade. Temos que entrar em campo sempre pra vencer e infelizmente hoje não conseguimos", disse o lateral-esquerdo, bastante chateado na saída do gramado após ver o Fortaleza virar com gol no último minuto.

Mesmo vindo de maratona de jogos e atuando sob forte calor, Guilherme Arana fez questão de dizer que a derrota para o Fortaleza não teve qualquer relação com o cansaço do time, que vem de uma sequência bastante difícil de partidas.

"Não tem nada de cansaço. O clube tem profissionais que cuidam disso e nos deixam em condição de entrar em campo. Agora é pensar na próxima partida", completou o jogador atleticano, seguindo na bronca com o tropeço inesperado.

Em campo, o Atlético-MG teve total domínio no primeiro tempo e abriu o placar com Hulk em cobrança de pênalti. Contudo, no segundo tempo, o time cearense melhorou, soube bloquear as investidas do rival mineiro e conseguiu empate e vitória com gols de Yago Pikachu. Sem tempo a perder, agora o Atlético-MG 'vira a chave' para enfrentar o Remo, quarta-feira, em Belém, pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.