Guilherme Biteco leva amarelo após homenagear irmão morto em voo da Chapecoense

Meia marcou um dos gols no triunfo do Paraná sobre o Vitória e levantou a camisa para mostrar imagens de Matheus Biteco

O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2017 | 09h21

O jogador do Paraná Clube, Guilherme Biteco, não escondeu a emoção após marcar o segundo gol sobre o Vitória, em duelo pela Copa do Brasil, no estádio do Barradão, em Salvador. Na comemoração, o meia levantou a camisa e mostrou imagens em homenagem ao irmão Matheus Biteco, que morreu no ano passado no acidente aéreo com a delegação da Chapecoense na Colômbia. No entanto, o árbitro Wagner Reway fez valer a regra e mostrou o amarelo para o jogador.

Um dos sobreviventes da tragédia em Medellin, o radialista lamentou a punição nas redes sociais. “Regra é regra.Mas Guilherme Biteco receber amarelo no gol do Paraná Clube por mostrar a camisa em homenagem ao irmão morto em 29/11 é brabo”, postou no Twitter.

 

Após o jogo, Guilherme Biteco também usou as redes sociais para comentar a homenagem ao irmão. "Vi o pior de tudo acontecer. Sem mais nem menos Deus tirou você de mim. Ai que triste fim. Eu sei que um dia eu vou te encontrar e para sempre eu vou te abraçar.... nem o tempo pode apagar tudo aquilo que a gente viveu, você e eu, eu e você.. Te amo meu irmão @matheusbiteco77, segue me guiando!"

Com o resultado, o Paraná poderá perder por até um gol de diferença que conseguirá avançar às oitavas de final. O clube baiano vinha de nove vitórias consecutivas e 18 jogos sem perder. No ano foi apenas uma derrota - para o Botafogo-PB, pela Copa do Nordeste, por 4 a 2. Além disso, foram mais dois empates.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.