Guimarães, resignado, deseja sorte ao Equador na Copa

O brasileiro naturalizado costarriquenho Alexandre Guimarães, técnico da seleção caribenha desejou sorte ao Equador, mesmo com a derrota de sua equipe para os sul-americanos por 3 a 0, nesta quinta-feira, em Hamburgo. O resultado eliminou a Costa Rica do Mundial da Alemanha. "Eles fizeram o que nós deveríamos ter feito e espero que sigam adiante na Copa", disse Guimarães, que também ressaltou que "o Equador mereceu a vitória", e desejou sorte para os jogadores, comissão técnica, dirigentes e torcedores equatorianos. "Eles já vinham mostrando uma evolução muito grande em seu futebol e montaram um belo time", afirmou o treinador costarriquenho. Com duas derrotas em duas partidas (e primeira por 4 a 2 contra a Alemanha), a Costa Rica não tem mais chances de se classificar para as oitavas-de-final da Copa do Mundo. "Tivemos nossas oportunidades e não soubemos aproveitá-las", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.