Arquivo/AE - 26/10/2009
Arquivo/AE - 26/10/2009

Guiñazú e minerador chileno serão homenageados pela Conmebol

Volante foi o capitão do Internacional na conquista da Copa Libertadores de 2010

EFE,

16 de novembro de 2010 | 20h41

ASSUNÇÃO - O volante Pablo Guiñazú, do Internacional, e o minerador e ex-jogador chileno Franklin Lobos serão homenageados pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) em um ato prévio ao sorteio dos grupos da Copa Libertadores 2011, no próximo dia 25, em Assunção.

Guiñazú será reverenciado por ter sido o capitão do Inter na campanha que culminou, neste ano, no bicampeonato do torneio continental, enquanto Lobos terá lembrado o período de 70 dias em que permaneceu soterrado em uma mina no norte do Chile.

"A Conmebol homenageará várias figuras que de alguma maneira contribuíram para consolidar o que é hoje o futebol sul-americano", explicou o porta-voz da entidade, Néstor Benítez.

Durante o ato prévio ao sorteio, também serão destacados o jornalista esportivo argentino Enrique Macaya Márquez e o goleiro uruguaio Martín Silva, entre outros.

Silva, do Defensor (Uruguai), levou uma pedrada na cabeça no estádio do Independiente, da Argentina, durante uma partida da Copa Sul-Americana que poderia ter causado um abrupto fim da partida e mudado a sorte de sua equipe, que foi eliminada.

"O goleiro decidiu continuar, e queremos homenagear essa atitude de fair play", assinalou Benítez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.