Gum se anima com pequena chance de título do Fluminense: 'Pode acontecer'

'O 1% vai virar 2% ou 3% e assim por diante', declarou o zagueiro

Estadão Conteúdo

04 Outubro 2016 | 15h58

As três vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro e a ascensão na tabela empolgaram o elenco do Fluminense. Se antes a classificação para a Libertadores de 2017 parecia um objetivo distante, agora alguns jogadores já falam até em título, mesmo que a possibilidade seja quase inexistente para o atual quinto colocado.

"A gente pensa que tem 1% de chance. Se tem chance, pode acontecer. Sabemos que o torcedor está feliz com a sequência de vitórias, que acredita que pode ter uma colocação melhor. Temos de deixar a festa ao torcedor. Temos de trabalhar para que, a cada jogo, essa realidade possa aumentar. Por isso, vencer o Santos é importante. O 1% vai virar 2% ou 3% e assim por diante", declarou o zagueiro Gum nesta terça-feira.

Com 46 pontos, o Fluminense vai encarar o quarto colocado Santos, que tem 48, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro. O confronto direto tem sido encarado como uma decisão pelos jogadores, e Gum deixou isso bem claro nesta terça.

"Temos a possibilidade de terminar bem o ano. É importante acabar bem. Lutaremos por isso. Vai ser difícil, um confronto direto. O Santos, assim como o Corinthians e o Grêmio, era candidato a título. Agora, como a gente, briga pela Libertadores. Vamos lá para fazer o melhor", comentou.

Em meio à boa fase, o técnico Levir Culpi decidiu manter a escalação do Fluminense para encarar o Santos. No treino da manhã desta terça, nas Laranjeiras, o time foi armado mais uma vez com: Júlio César, Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Pierre, Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa; Marcos Júnior e Wellington.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.